A verdade e a mentira.

Não é mais possível que aceitemos viver na mentira. E não estou falando sobre grandes mentiras, grandes segredos. Estou falando de viver mergulhado em pequenas mentiras. Fantasiar a vida e acreditar nas próprias mentiras, com medo de demonstrar fraqueza, de parecer inferior, de ser julgado. Algumas pessoas vivem assim. Fantasiam uma vida ideal, mentem para si mesmas e acreditam na própria mentira. E vivem a vida propagando as mentiras das suas vidas, firmes e persistentes na mentira, mesmo que todos à sua volta saibam da verdade.

A mentira destroi, mata. Mata a alma e mata o corpo também. Pessoas que mentem tendem a demonstrar felicidade extrema, mesmo em momentos de tristeza. Irradiam uma felicidade superficial, mas seus interiores se corroem com o vazio. São pessoas carismáticas, que atraem muitos amigos, mas precisam ter seu vazio preenchido. Buscam a perfeição e não conseguem enxergar a verdade.

A mentira pode perdurar muitos anos, até décadas. Algumas vezes duram por toda a vida, e as pessoas levam a mentira para sempre. Porém, às vezes, numa hora de extrema turbulência, a verdade que tanto tempo foi esmagada começa a vazar entre os dedos. A pessoa tenta recolher, insistentemente, em vão. Mesmo assim insiste em não assumir aquela verdade como sua. Talvez, se abrisse simplesmente as mãos e deixasse a verdade aparecer totalmente, conseguisse ajuda para se reerguer. Mas não, lutam e lutam para se mostrarem fortes e rejeitam ajuda.

Soltem a verdade, meus amigos. Mesmo que ela seja podre, sangrenta, vergonhosa. Abram os dedos e deixem que ela vaze completamente. É hora de mostrar a verdade cruel, para enfim começar a tentar se livrar dela e construir uma nova verdade, não igual à de antes, nem disfarçada em vida ideal. Somente na hora em que a antiga e suja verdade for libertada será possível se limpar, se lavar e construir uma nova. A verdade precisa parar de ser esmagada, e a mentira precisa sumir. É preciso rasgar a roupa da mentira e expor a verdade suja para o mundo, para conseguir se livrar dela. A velha verdade, suja e dolorosa é um ferimento antigo, que se for abafado e espremido pela roupa apertada da mentira não vai curar, pelo contrário, vai se alastrar, tomar todo o corpo, dar bicho, apodrecer até matar.

Esta é a mensagem que o Senhor tem colocado no meu coração nos últimos dias. Por quê? não importa. Que todos leiam e propaguem, porque o mundo está se afundando em mentira, pessoas estão morrendo e famílias sendo destruídas por ela. "Eu sou o Caminho, a VERDADE e a Vida.", disse o Senhor Jesus. Você pode escolher dois caminhos. Eu escolho o da verdade.

Comentários

A minha vida tá uma titica por causa desta história. Ultimamente eu tenho entrado em cada roubada...hoje eu falei com a nossa mãe que o bom deve ser é ser bem safada porque eu já estou levando fama mesmo e estou vendo que do jeito que eu sou, não estou chegando em lugar algum(até parece!)de tão boa eu chego a ficar ruim porque é assim que as pessoas estão me julgando agora. AHHHHHHHHH! EU QUERIA IR PARA O ALTO DO ACONCÁGUA. Lá deve estar tão frequinho e a minha cabeça tá tão quente... Hoje eu agradeço a minha mãe por ter me ensinado que a mentira tem pernas muito curtas e acaba virando uma rede porque para encobrir uma mentira você acaba criando outra e outra. Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar todas por todo o tempo. Viu é assim mesmo.

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos lá...

Reforma, gripe e fim de ano.