Quero voltar...

Oi, gente! Já digitei o endereço do blog umas mil vezes, já tentei mil vezes mas não consigo inspiração para voltar. Não consigo pensar em fechar os blogs, tenho um carinho especial por este mundo. A vida foi mudando, eu fui mudando e deixei meu bloguinho em stand by. Sei que blog é uma coisa que precisa de cuidados e carinho (opa, o nome disso é cachorro), ou melhor, preciso me dedicar àquilo que resolvo fazer, mas quem me conhece sabe que a descontinuidade faz parte da minha vida. Então é isso, fiz este post pra retomar meus escritos neste blog. Não sei sobre o que vou escrever (como sempre rsrsrs), mas vamos ver, conforme o tempo passa.

Sobre as tentativas de engravidar, passei nestes meses por muitos altos e baixos. Ainda estou meio "sequelada" rs mas acho que estou me reerguendo aos poucos. Depois do nascimento dos meus dois sobrinhos e da notícia de duas bestfriends grávidas (é demais, né, gente?!) eu meio que surtei. Ficava horas pesquisando na internet sobre fertilidade, entrei no e-familynet que é uma grande comunidade onde pessoas (especialmente mulheres) trocam experiências sobre tudo que se possa imaginar. Entrei no fórum "Assuntos Gerais Treinantes" e de lá não consegui sair até hoje. Aprendi muita coisa boa, mas ainda estou meio viciada nisto. Não consigo mais ser tão produtiva no trabalho, mas aos poucos estou tentando ficar mais tranquila. Deixei de tomar meus comprimidos de hormônio por conta própria, tomei indutor de ovulação por conta própria, tomei chá de inhame, estou tomando cápsulas de linhaça dourada. E não fui ao médico. Foram 2 consultas desmarcadas, troquei de médico e estou esperando a consulta na 5ª feira, dia 27. Estou medindo temperatura basal, que é o que me faz não enlouquecer e querer fazer teste de gravidez todos os dias. Estou questionando o diagnóstico de hipogonadismo hipogonadotrófico, mas vou conversar com o médico e ver o que ele me diz.

De uns dias pra cá tenho valorizado a vida que eu tenho e deixado de desejar a vida dos outros. Surtei desejando ter mais um filho, desejando trabalhar menos, mas sei que esta vida não é a minha atualmente. A minha é maravilhosa, e preciso curtir melhor meus momentos.

Enfim, gente. É isso, por enquanto. Vou tentar alimentar o blog do Mateus e voltar devagarinho pra blogosfera, mesmo que, nos primeiros posts, ninguém leia. Um abraço a todos, fiquem com Deus!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos lá...

Reforma, gripe e fim de ano.