Coisas de menina - Unhas

Resolvi inaugurar a tag "coisas de menina", apesar do meu jeito desleixado descontraído de ser. É que dei uma mudada radical no visual cortando o cabelo curto, e se não cuidar da aparência vou ficar igual menino. E menino feio, diga-se de passagem.

Pra começar com a tag, resolvi postar sobre os esmaltes que estou usando. Quem me conhece sabe o quão sovina econômica eu sou em relação à minha aparência. E, desde adolescente, eu tento fazer as unhas sozinha. E só dou uma moral pro sustento das manicures quando há algum evento mega importante, tipo casamento e aniversários (bodas ou 15 anos, se for aniversário comunzinho ou de criança, not).

Todas as vezes que eu tentava fazer as unhas ficava uma meleca. Cutículas mal tiradas e esmaltes borrados. Mas de tanto tentar, uma hora a gente tem que conseguir, né... Antes eu usava o macete do cintilante clarinho, que não exige taaaanta uniformidade e habilidade para limpar. Mas sempre gostei mesmo dos esmaltes escuros e coloridos. E estou aprendendo a fazer o serviço menos porcamente. EU DISSE MENOS PORCAMENTE, ok?

Minha irmã me deu de presente um esmalte única camada, da Colorama, o Penélope. Ela esmaltou minhas unhas, e tem bem mais habilidade com isso do que eu. Então, um dia entrei numa farmácia (lugar maravilhoso pra comprar mimos pra mim, eu amo) e vi uma outra cor que me apaixonou: o Rosa Tropical. Comprei também um com brilho da Risqué, o Color Effect Cobertura Encantada. Testei em casa, e o Colorama infelizmente não cumpriu a promessa de cobrir uniformemente com uma camada, mas com duas fica perfeito. E o Risqué, que é transparente com um toque alaranjado, deu um efeito muito legal. E os esmaltes com brilho, chega aqui que vou confessar um truque: São maravilhosos pra quem não é fera ainda na cobertura uniforme. Disfarça as bolhas e falhazinhas que é uma maravilha. Shhhhhhh...

Da primeira vez que usei, descascou muito rápido, no primeiro dia. Fiquei decepcionada com o Colorama, mas descobri uma falha minha: usei por baixo uma base vadia, sem marca, e isso foi o que fez descascar. Sem preconceito contra os sem marca, confirmei porque quando uma unha descascou eu passei só o Colorama e demorou mais pra descascar de novo.

Enfim, este post não é jabá (nada contra, viu, Colorama e Risqué? fiquem à vontade rs), mas é pra mostrar que até uma menina desajeitadinha que nem eu pode sim aprender a se cuidar direitinho. Vou postar uma foto da zunhas, claro que não vou colocar passo a passo, porque não tenho habilidade pra ensinar nada por enquanto, neam... Só postar umas dicas pra quem quer fazer as unhas em casa, como eu, que só conseguia emporcalhar, mas como não desisto, estou aprendendo. Ah, e as fotos são de celular.

  • Passe a espátula ou pauzinho de laranjeira embaixo das cutículas pra soltá-las das unhas antes de tirar com um alicate MUITO BEM AMOLADO. Esse detalhe é importante pra não deixar a aparência "mordida".
  • Use o pau de laranjeira em volta da unha assim que passar o esmalte. tente passá-lo pressionando bem empurrando os cantos das unhas. Não encoste o pauzinho na unha esmaltada. 
  • Use pouco algodão na ponta do pauzinho na hora de limpar com removedor de esmalte. E não seja preguiçosa, use um algodão por unha no caso de cores mais fortes. Eu, que sou destra, na hora de limpar a mão direita, sofro. Geralmente apoio a base da mão esquerda e vou conduzindo a mão direita. Entenderam? rs compliquei, né... Assim: a mão dominante é que se mexe, a outra fica apoiada segurando firmemente o pauzinho. 
  • Eu passo no fim, o pauzinho com algodão molhado na acetona na ponta das unhas. Não é pra deixar as pontas sem esmaltes, mas pra fixar melhor. Só na pontinha mesmo, ok?
  • Quanto mais vezes você tentar, melhor vai ficar nisso.
E aí, gostaram???

Comentários

Gisele Lopes disse…
Que liiiindaaaa, amei as unhas e o esmalte!!! É isso aí flor, tbem faço a unha em casa, ecomizar sempre é bom, rrsrsr, bjoss

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos lá...

Reforma, gripe e fim de ano.