Eu, a tecnologia e vice-versa

Bom dia!!!

Hoje eu vou falar da minha relação com a tecnologia. Sabem, eu nunca fui gastona. Acho que já falei por aqui algumas vezes, mas nunca fiz assim uma extravagância tipo comprar uma bolsa de centenas de reais e estourar o cartão de crédito. Ou ficar devendo os olhos da cara com cosméticos ou alguma bobagem. Eu sempre comprei tudo muito barato, demoro à beça pra comprar roupa pra mim, sapato, essas coisas. Me sinto até um pouco desleixada comigo...

A única coisa que eu gosto e tenho vontade - eu disse VONTADE - de comprar é relativo a tecnologia. Celulares de última geração, netbook, ipad, tudo isso eu acho muito legal. Só que como vontade é uma coisa que dá e passa, e dinheiro também é uma coisa que vem e passa, claro que eu não vivo comprando essas coisas. Estava há uns dois anos com um celular funcional, mas já gasto e doida pra comprar um novo. Fiquei meses e meses pesquisando um que não fosse tão caro mas que tivesse tudo o que eu queria. Até que veio um extra inesperado no meio do ano, e eu resolvi comprar o celular que eu queria. Tinha wi-fi e era de uma marca boa e resistente. Fora que era bem bonitinho. Gente, o celular não custou nem 300 reais.

Fiquei menos de três meses com o dito cujo. Quarta-feira passada, a caminho da prova do mestrado, em um momento em que tirei o celular de dentro da bolsa, veio um ladrão e simplesmente tomou ele da minha mão. Pu... ta... que... pa... riu... foi o que eu fui capaz de dizer na hora. Mantive a calma, terminei a viagem, pois faltava pouco pra prova começar, liguei e pedi pro Alan ligar pra operadora, fui fazer a prova.

Os dias estão passando e eu ficando mais aborrecida por ter perdido meu celular. às vezes me sinto tão fútil e materialista por isso... mas já estou eu pesquisando quanto está custando o mesmo celular, ou se devo comprar outro similar, se devo ficar com o velhinho mesmo ou comprar um de 99 reais... Po, gente! O celular era meu! Aí agora eu tenho que ponderar, né, afinal não tem dinheiro sobrando. Dá uma raiva...

Tem hora que eu penso o quanto eu estava ficando lesada por conta desse celular. Quanto tempo eu gastava mexendo nele, jogando, acessando e-mail, redes sociais e outras coisas. Estava virando um vício. O computador é a mesma coisa: fico horas sentada com o notebook no colo, às vezes fazendo nada. Checo aqui, checo ali... e o tempo passa. Sim, a tecnologia está me dominando, e não o contrário. Hora de repensar prioridades...

Enfim, é isso. Ainda estou pensando sobre o celular. Venço o vício e me conformo com um celular fala/escuta? Mantenho o orgulho e compro um aparelho exatamente igual, afinal eu trabalho pacacete e tenho direito? Ó dúvida.

Comentários

Gisele Lopes disse…
Hummm eu tbem não sou muuuito gastona... Pow ninguem merece ser assaltada...

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos lá...

Reforma, gripe e fim de ano.