Crise de bloguentidade


Criei este blog simplesmente para aplicar o que aprendi a fazer com blog, scrapbooking, layout, etc. Por sinal esqueci mais da metade do que aprendi e não sei fazer mais nada (ou simplesmente enjoei e/ou fiquei com preguiça). Primeiro criei o blog do Mateus, na mesma época que conheci o da Renata do Vinícius, porque acreditei e acredito que deveria anunciar a todos o milagre de Deus em nossas vidas. Então tá, o blog do Mateus tem um propósito desde o início. Mas este...

Depois comecei a escrever meus pensamentos no blog, e ele sempre teve um baixo índice de visitas e comentário, mas eu nunca desanimei mentira, se você procurar vai ver posts pedindo comentários e visitas pelamordedeus. Continuei escrevendo, e eu mesma gostei do que estava escrevendo, e comecei a receber elogios pelo que escrevia. Então eu tive a brilhante ideia de me inscrever no adsense.

É, o pecado da avareza. Não vou dizer que me arrependo, porque não vou retirar o adsense. Qualquer um que entrar (porque não entrou ainda e está longe disso) vai ser ótimo. Mas qual foi o meu pecado? Eu comecei a querer que meu blog fosse muito procurado no google e comecei a ter ideias de como fazer isso. Autoajuda, utilidade pública, receitas, passo a passo, etc. Meu blog virou um lixo, e ninguém entra, ninguém comenta. Até no do Mateus eu quase caí nessa. E por mais que eu tente, esses dias têm sido de inspiração zero. Passei alguns bons dias pensando em como escrever este post pra vocês... na verdade pensei só no título, e o post fui desenvolvendo agora mesmo, enquanto escrevia.

Esta é minha confissão pública. Tenho pensado neste blog como fonte de renda, e sei que isso nunca vai dar certo enquanto eu for esta pessoa desorganizada que eu sou. E eu, que sempre tive poucos, mas fieis leitores, estou os decepcionando e vou acabar ficando sem nenhum. Vou fazer mais uma tentativa de manter o Aline Blogando como um blog, propriamente dito, onde escrevo meus pensamentos e trago para vocês novidades e utilidades que possam agradá-los. Me perdoam?

Comentários

Mamãe Aline disse…
Oi Aline,
não fica brava com meu pai por ter dado macarrão para Ju não...
Te confesso que na hora que a vi passando mal também cheguei a ficar chateada com ele, mas depois vi que eu era a responsável pois mesmo que "meio escondido" eu sabia que ele estava almoçando e que se ela visse pediria e ele não negaria. Eu devia tê-la tirado de perto dele imediatamente, mas não o fiz. O que acontece é que o pediatra ja pediu para que déssemos de novo para observar se realmente há uma alergia, mas nem eu nem o pai tivemos coragem, então deixei na responsabilidade do avô... (acho que estava tentanto jogar para cima dele para depois jogar na cara, entende?)
De qualquer forma obrigada pela preocupação e não tem porquê pedir desculpas de nada, viu?

Sempre gostei muito de seu blog e sempre pego dicas aqui, sinto só por você não manter o do Mateus sempre atualizado. De qualquer forma estarei sempre por aqui e no do Mateus.
Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos lá...

Reforma, gripe e fim de ano.