Vamos fugir?

Desse lugar, beibê! Estou doida pra dar um sumiço, mesmo que seja de uns 3 dias, estou muito cansada física e mentalmente. Não consigo fazer meu tempo render com inteligência, nem descansar como preciso. Perco muito tempo gastando meu cérebro pensando nas interpéries do trabalho, passo horas estática sem ser produtiva. Planejo mentalmente meu dia, mas fico paralisada de cansaço. Vontade de sumir só um pouquinho pra recuperar o fôlego. Fazer uma limpeza mental, respirar ar puro, rir, ficar cansada de tanto me divertir. Acho que se eu passasse uns 3 dias assim, ficaria renovada pelo menos por uns dias.

Às vezes é necessário nos afastar um pouco, fazer uma pausa, deixar tudo pra trás. Hoje, por exemplo, recebi um telefonema de uma colega de trabalho, falando sobre uma pessoa que está causando problemas na escola, e que esses problemas devem persistir, e que eu devo receber essa pessoa na sexta. Eu estava dormindo, e ao desligar o telefone, comecei a perder o sono, ficar com raiva da pessoa que causava o problema, pensar em como ia resolver isso. Depois, parei e pensei: "É só uma pendência do trabalho. Não há porque eu perder a calma e me estressar com isso fora do trabalho. Sexta eu resolvo. PENDÊNCIA DO TRABALHO, ISSO, PENDÊNCIA DO TRABALHO!". E voltei a dormir, pois é uma das duas tardes de folga que eu tenho, e preciso descansar. Nós que trabalhamos na educação costumamos somatizar tudo o que vivemos, e por isso ficamos doentes. Tomamos como pessoais casos que são apenas profissionais. Não pode ser assim, e eu estou tentando muito mudar isso em mim.

Bem, é isso. Vou precisar terminar esse post agora porque meu meio dia de folga está terminando e eu ainda tenho umas coisas pra fazer. Beijos a todos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos lá...

Reforma, gripe e fim de ano.