As 7 tarefas mais chatas do serviço doméstico


1. Limpar fogão. A minha vontade depois da tentativa de faxina hoje foi de nunca mais fazer comida... E meu fogão é do estilo "autosujante", tem mil entradas e cantinhos pra sujar.

2. Limpar geladeira. Principalmente quando a gente tem que encarar aqueles ovnis, que não tem nem coragem de abrir o pote pra saber que comida estragada é aquela. E as verduras lá no canto, que foram esquecidas e viraram aquele caldinho verde? uuuuurgh

3. Arrumar e tirar o pó da estante. Principalmente tendo que limpar e recolocar os portarretratos (é assim mesmo que se escreve?)

4. estender a roupa tirada da máquina. Doem as costas e o braço. E as calcinhas e cuecas que não terminam nunca?

5. Passar roupa. Na boa, eu passo de vez em quando, e sou muito lenta pra essa tarefa. Quem faz isso mais frequentemente é o maridão.

6. Organizar cantinhos de bagunça. Organizar bagunça não é um paradoxo?

7. Lavar louça. Essa ganha de disparada. Nem sei por que eu não coloquei em primeiro lugar. Além de eu odiar fazer, sou leeenta demaaaaaais!

Observações gerais:
i. Por favor, não me chamem de preguiçosa. Eu faço essas tarefas, se não tiver mais como fugir. só as odeio...
ii. Eu não tenho empregada nem diarista. Hoje comecei uma faxina na cozinha e parei na metade. Resultado: ficou mais bagunçada do que estava... mas com a geladeira, o fogão e os armários limpinhos rsrs
iii. Acho muito elegante ordenar tópicos com letrinhas i, especialmente minúsculas, vocês não acham?

Beijos a todas (os) e boa noite!

Comentários

Elaine disse…
Eu tenho mais servicinhos que eu detesto: mais do que passar, odeio guradar a roupa. Acho um porre também limpar sapatos.
Isso, mais tudo o que vc mencionou me fazem preguiçosa? Espero que não, porque aasim como voc~e não tenho empregada, nem diarista, nem passadeira, nem lavadeira nem ninguém, ou melhor, tenho minha filha de 15 anos que arruma a cozinha de segunda a sexta. No sábado pego a cozinha pra fazer a faxina...

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos lá...

Reforma, gripe e fim de ano.