Você faz prova de toque?

Olá, amigos... tudo bem? Estou super feliz porque está chegando a semana santa e com ela um feriadão...
Hoje vim aqui para fazer um teste com vocês: respondam às questões e somem os pontos.

1. Você costuma sempre pintar os cabelos?
(a) nunca
(b) às vezes
(c) sempre

2. Você costuma ler o folheto explicativo da tintura?
(a) sim, leio ele todo antes de usar o produto
(b) sim, mas só pra lembrar o tempo de repouso, porque sempre esqueço
(c) ah, pra que? pinto o cabelo há tanto tempo...

3. Você costuma fazer prova de toque para descartar alguma alergia?
(a) sim, claro, segurança em primeiro lugar
(b) só quando é a primeira vez que uso aquela marca
(c) tá maluca? por acaso se der alergia vou jogar fora a tinta que gastei dinheiro comprando? prefiro não fazer

Pontos: a=3 b=2 c=1

de 6 a 9 pontos: Parabéns, você cuida da sua beleza sem descuidar da segurança!!!
de 0 a 6 pontos: Muito bem! você é uma séria candidata a sifo-d assim como eu mifo-dee na semana passada... vou contar a história:

Viagem marcada para 6ª feira, dia 3 de abril. Marquei com a cabeleireira para fazer a escova inteligente no dia 2 à noite. Não tivera tempo de pintar antes. Depois de uma reunião mega demorada na escola, vim esbaforida pra casa da minha mãe, aqui perto. Chegando lá, minha mãe, que já fazia o cabelo, pergunta: Não vai pintar? e eu disse que não tinha tido tempo, mas mudei de ideia e fui à farmácia comprar a tinta. Cor: 6.66 vermelho profundo (eu devia ter desconfiado dessa combinação diabólica...). A cabeleireira pintou, fui enxaguar, não ficou lá tão bom, enxaguei de novo. Da segunda vez nem tirei a roupa toda, só a blusa, e fiquei com a cabeça embaixo do chuveiro. Minha bermuda molhou um pouco, mas tudo bem.

Enquanto isso, Débora fazia a escova. Depois que ela terminou foi minha vez. Mary Anne (a cabeleireira) disse: "vai coçar um pouco mais porque você pintou". Como eu já havia pintado junto com a escova antes, nem liguei. Coçou mesmo, só que conforme secava aliviava um pouco. Depois de todo seco, já pranchando, comecei a sentir umas cocerinhas. Embaixo do braço, nas orelhas... depois foi piorando: nas pernas, na virilha... começou a ficar insuportável. Pedi para parar e fui ao banheiro pra poder me coçar em paz. Quando cheguei lá e tirei a roupa... estava toda vermelha, minha virilha, meu suvaco... olhei no espelho, parecia um monstro. Cheia de placas vermelhas. Saí do banheiro e pedi minha mãe um antialérgico. Então, quando viram meu estado foi pânico total: vai tomar banho! como você tá se sentindo? se sentir mal vamos pro hospital! mãe, vou tomar banho, vem comigo? mãe, tô com mal estar... vamos pro hospital.

Lá pelas 11 e pouco da noite lá estávamos nós 3, minha mãe, Mary e eu, no carro, indo pra Climede. (esse hospital é particular, mas é a escória dos hospitais particulares. Mas na hora do aperto é pra lá que a gente corre, porque é o mais próximo). Passei no meu prédio pra pegar os documentos, e meu marido solidário chega à janela do carro e diz: "pintou o cabelo de novo, amor? não tem nem um mês que você pintou..." eu nem respondi. Fomos pro hospital, eu me coçando, minha mãe dirigindo e Mary com os olhos tão saltados que parecia que iam estourar, de tão nervosa.

Chegamos ao hospital e o médico, depois de acordar, mandou me dar uma injeção de Fenergan e uma de corticóide. Fiquei malzona com o Fenergan, minha pressão caiu de novo, fui pro soro... depois de umas horas de observação fui pra casa. Lembram que eu moro no 5º andar? sem elevador? Alan desceu pra me buscar, e lá fui eu, que nem uma pinguça em coma alcoólico, pendurada no pescoço dele: "ai, Senhor, ai, meu Deus, eu não estou aguentando, deixa eu sentar..." sentei em 3 dos 4 lances de escada. Cheguei em casa e os 10 passos que separam a sala do quarto pareciam 15 quilômetros. "me segura, me segura, ai meu Deus, me ajuda..." cheguei à beira da cama e ploft!

Saldo: adiamento da viagem, de 6ª de manhã para sábado de madrugada; 3 dias de sonolência total, por causa do fenergan; uma lição: sempre fazer a prova de toque e trocar de marca (magina se eu vou deixar de pintar o cabelo, humf!); belos e brilhantes cabelos vermelhos...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos lá...

Reforma, gripe e fim de ano.