Discussões orkutescas que nunca têm fim...

Afff... Só essa palavrinha já me irrita atualmente no mundo orkutesco. Então alguém pega uma granada, puxa o pininho entre os dentes e joga, mesmo que inocentemente, no meio de um fórum de orkut. Vamos ilustrar assim: A comunidade fala sobre alimentação, e no perfil diz que defende o vegetarianismo, mas que está aberta a discussões. Daí eu entro e digo que fui a um churrasco e, ao experimentar carne pela primeira vez adorei, e que carne na verdade consumida com moderação não deve fazer tanto mal assim...

Putz, daí a dois minutos vai chover posts. De gente concordando comigo e acrescentando que sempre foi discriminada naquela comunidade por gostar de carne de vez em quando, e de gente discordando de mim e dizendo que ali não existe discriminação, que a gente está querendo é arrumar barraco. Os pró vegetarianismos são maioria e vem cheios de estudos dizendo dos males da carne. Os comedores de carne de vez em quando chegam na defensiva, dizendo que tem discriminação sim, e que comer carne não vai matar ninguém. Há também os totalmente carnívoros, que entram de sola, pra por mais fogo ainda. E no meio dessas postagens, 250.435 aff...'s. Gente que entra só pra dizer que aquela discussão está ridícula, mas que acaba deixando sua opinião, enriquecendo o barra... ops, debate.

No meio disso tudo, há uns que deixam escapar umas palavras que fazem alguns se sentirem ofendidos, vamos usar aqui na nossa ilustração, carniceiros ou assassinos de animais...
aff... aff... aff... não agüento mais tanto aff... ! Daí alguns respondem à altura (ou baixura?) e começa uma troca de indelicadezas, outros que estavam contra ficam a favor, que estavam a favor ficam contra... Nossa mãe, que coisa. Não estou dizendo aqui que nunca entrei num tópico desses, já até postei, mas que tem sido irritante e constante tem.

Uma coisa desprezível que eu já fiz e que eu vejo muita gente fazendo é entrar em comunidade totalmente contra suas convicções só pra mostrar sua opinião contrária. A que eu fui era "não quero ter filhos". Nada contra pessoas que não querem filhos, mas vi um tópico contra a amamentação. Então uma senhorita disse que se sentia prejudicada como mulher por causa da licença maternidade, que isso exclui a mulher do mercado de trabalho. Entrei lá e disse que ela não era competente pra arrumar um emprego sendo mulher, que eu sou funcionária pública e estava há um tempão de bobeira em casa amamentando meu filho, etc. Enfim, perdi a linha. Imaginem o massacre do povo em mim, né, não gosto nem de lembrar! Quando caí em mim, entrei lá, me excluí da comunidade, apaguei meus posts e fui lá na página de recados da moça pedir perdão, que eu não sabia o que tinha acontecido comigo pra fazer aquilo... a moça também se desculpou por ter sido tão hostil comigo. Ficou tudo bem, não doeu nada corrigir meu erro.

Pra que eu fui fuçar lá? o tópico em questão estava linkado numa comunidade sobre amamentação, fui lá de curiosidade e perdi a linha. Me arrependi. Agora, numa das comunidades que eu participo estão acontecendo dezenas de debates acalorados. Não que seja ruim trocar pontos de vista, mas fica tão previsível, AAAAFFFFFF......

Quero deixar bem claro umas coisas aqui:
  1. Nada a ver com carne ou vegetarianismo, nem participo de nenhuma comunidade desse tipo, foi só pra ilustrar.
  2. Sou apaixonada por amamentação, não amamentei meu filho exclusivamente porque não tive informação suficiente na época. Isso sim eu não abro mão PRA MIM E MEU PRÓXIMO FIHO(A). Respeito quem simplesmante não quer ou quis amamentar, ou não pôde.
  3. Gostaria de ter tido parto normal, mas não tive. Meu filho nasceu prematuro extremo, de cesárea. Quero que meu próximo parto seja normal, mas se não for possível não vou ficar triste, tomara que tudo saia bem como saiu da primeira vez.
  4. Ah, sei lá, tenho mais convicções mas não estou me lembrando agora.
Enfim, é isso! Aff... cansei!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vamos lá...

Reforma, gripe e fim de ano.